EM_LOGO_transpare.png
Etnomatematicas transparente.png
White on Transparent.png
VEm.png
 

Gabriela Rodrigues Conrado

O sentimento de pertencimento por meio do VEM Humanistas


Nas pesquisas e atuações em sala de aula parece indispensável pensar a prática docente a partir dos alunos e alunas com os quais trabalhamos, priorizando suas demandas e analisando o contexto em que estão inseridos. Esta posição que decidimos assumir no currículo escolar muitas vezes enfrenta resistências e desafios e nos vemos, muitas vezes, solitários em nossos lugares de trabalho.

Participar do Vem Humanistas é sentir-se pertencente a um grupo de professores e professoras, pesquisadores e pesquisadoras, enfim, colegas que estão provocados a transformar a educação resgatando elementos que nos fazem humanos. Identificamos nos vídeos e nos chats experiências que se parecem com as nossas; dúvidas e questionamentos que contemplam angústias e desejos por uma educação melhor para todos e todas.

Saímos deste evento com o sentimento de que constituímos um grupo com interesses muito próximos. Partilhamos de inquietudes semelhantes sobre o respeito às diversas formas de pensar e a valorização das diferenças e diminuição de desigualdades. Em resumo, não estamos sós.

D'AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática-elo entre as tradições e a modernidade. Autêntica, 2016.